29 dezembro 2007

Espírito de Natal

Nesta época só se ouve falar de "espírito de Natal"... É malta a pedir para todos os necessitados, e mais alguns. Ele é peditório para os órfãos, para os sem abrigo, para os pernetas, para os marrecos, para os excluídos, para os visgarolhos, enfim...

Já estão a pensar que vou arranjar maneira de descascar nesta malta... Mas desta vez troquei-vos as voltas, não vou descascar na malta que nos anda a apelar ao instinto matalício para nos cravar dinheiro!!! Aliás passam o ano a cravarem-nos graveto, nesta altura têm mais um pretexto!!!

Há um ditado que o Natal é quando o homem quer, e eu não podia concordar mais. Para mim o que significa? Que nesta época não devemos ser diferentes do que somos o ano todo, ou seja, nada de hipocrisia!! Não é nesta altura sermos "boas pessoas", mas sim sermos "boas pessoas" o ano inteiro, capisce??? Mas pronto... É a minha teoria!!!

Nesta época é sempre a mesma merda, ele é receber chocolatinhos de malta que não nos diz nada, que até ficamos desconcertados por receber a dita lembrança, ele é receber mensagens de malta cujo número já nem na nossa agenda consta... Foda-se pa esta merda!!! Não sei se sabem mas estouram-me sempre com as baterias do telemóvel!!!

Pois eu sou diferente!!! Eu nesta quadra, sou tal e qual o que sou durante o ano todo!! Depois "ai e tal, não tens espírito de Natal"... Pois não, e depois??? Só porque não sou diferente nesta altura?? Só porque não me ponho a comprar chocolates e a oferecer à malta? Só porque não gasto 50€ a mandar mensagens dengosas que toda a gente tá farta de receber??

Será que fazendo isso a malta gosta mais de nós?? Pois bem meus amigos, eu caguei e andei!!! Não compro prendas para ninguém (ok... só para as crianças) e não atafulho o telemóvel dos amigos de mensagens da merda!! E digo mais, quem gosta de mim, continua a gostar, não vai ser por isso que gostam mais ou menos de mim!!!

Agora gajada, vou fazer a minha lista de resoluções para o próximo ano, a ver se é este ano... Tenho posto todos os anos na puta da lista: "Deixar de fumar"... Pois bem... Nunca cumpri!!! (Devo contar aquele meio ano que deixei de fumar?)

Aliás, pensando melhor, nem vou fazer lista nenhuma, assim já não me enxovalho!!! Nem corro o risco de me engasgar com a porcaria da passas que engulo com sacrifício e por superstição!!! Este ano vou cortar com essa merda toda!!! Nada de lista de resoluções, nem de desejos nem o caraças!!! Mainada!!!

Malta podres de boa, umas boas saídas e melhores entradas e até pó ano!!! A gente encontra-se no sítio do costume... ah... E já sabem que depois quero saber das vossas resoluções para 2008!!!! Já sabem que sou uma cusca do caraças...

Desgracem-se muito mas com estilo, ok? E faxavor de regressarem intactos, obíram??? Senão prego-vos um chapadão à Pai Natal que até arrotam a presunto!!!

21 dezembro 2007

Ceia de Natal

Nesta onda natalícia toda a gente se queixa do mesmo. Ele é ceias de natal da empresa, ele é ceias de natal dos colegas de curso, dos ex-colegas de curso, dos amigos, dos menos amigos, do caralho mais velho... Enfim!!! Jantaradas... Eu e pela parte que me toca, já vou na 5a ceia de Natal.... Fooooooooda-se!!! Tirem-me deste filme...

E depois em Janeiro.... "Socorro que a minha roupa encolheu toda"... pois pois!!! Em Janeiro minha gajada, eu vou-me sentar na puta da bicicleta até derreter as calorias que morfei nesta quadra... Portanto... Lá pá Páscoa devo estar despachada, não??? ahahahah

Foda-se! Isto não ha carteira nem balança que aguente tanta jantarada. O engraçado é que no resto do ano desta gente nem se ouve falar, chega-se a esta altura, e como há uma boa razão pa sairem de casa com "autorização" é vê-los aos bandos em tainadas de seca. E se uma pessoa até diz "ai e tal não posso já tenho outro jantar marcado pa essa data" é logo "és um cortes, nunca alinhas em nada..."

Foda-se! Quer-se dizer nunca saem da toca no resto do ano e depois sou eu que nunca alinho em nada!

Para fugir à regra, aqui as boazudas resolveram fazer uma ceia diferente. Somos apenas as duas e vamos saltar a parte do jantar e passar logo à bebida. De modos que a ementa é muito simples: bejeca pá boazona 2 e favaios pa mim, acompanhadas de uns amendoins ou tremoços e mainada!!!!!

Portanto gajada, pa não continuar com as dengosices e tal e coisa, desejo-vos umas felizes e valentes festas.... Vá, pelo corpo todo!!! E que para o próximo ano a gente se reuna novamente a concretizar novas aventuras...

Gajada do meu corazón, chuaaaaacccc (beijão big) obrigada pela paciência que tiveram comigo durante este ano, e por me terem perdoado as minhas ausências e desejo-vos para o próximo ano, ainda mais paciência.... Pa me aturarem, tá claro!!!!
Não mudem nunca, fiquem como estão (numa equipa vencedora não se mexe), porque esta tasca não poderia ter melhor freguesia!!! Tenho dito!!!

16 dezembro 2007

Balancete

TXARAN!!!!! Pois é gajada... Faz precisamente hoje um ano que esta tasca abriu... Criamos este espacinho, numa brincadeira inofensiva, sem sequer imaginar que poderíamos ter mais de 30 visitas... Claro, nestas trinta visitas, estava a malta amiga que vinha cá, sob ameaça de serem regados com gasolina, e lá vinham porque sabiam que eramos malucas q.b. para o fazer...

Quando nos inciamos no mundo da blogosfera, tínhamos alguns blog's como referência, e nunca nos passou pela cabeça que os criadores desses blog's passariam a frequentar o nosso cantinho... Ainda me lembro, que tivemos 5 comentários ao nosso primeiro post... UAU!!! Que porreiro!! Mal vimos, comentamos: "quem será que nos comentou?" Pois... Amigos!! Foram os nossos únicos leitores. No proximos post's o número de cometários foi aumentando, e hoje é aquilo que vocês vêm...

Ainda me lembro de estar com a boa 2, e ter conseguido colocar um contador no blog, e a nossa alegria quando atingiu os 100 visitantes... UAU!!!! E então quando chegamos ao visitante 1.000?? Nem imaginam a nossa satisfação... E por aí adiante...

Realmente a vida é feita de pequenas vitórias... Neste momento já somamos 193.564 visitantes (vá, podemos tirar 20%, que são os desgraçados que nos visitam sob ameaça de espancamento... ahahah).

No meio disto tudo, o número de visitantes não é o mais importante, tanto que não ganhanhos um tostão com o blog... Ok, ok!!! Minto... A boa 2 andou a instalar aquela merda que vêm no canto superior direito há 4 meses, e imaginem qual o meu espanto... fui informada que já temos a módica quantia de 28€... UAU... nem pa uma borracheira dá!!! Aliás, nem nos dá nada, tanto que só nos mandam o dinheiro quando atingir os 80€, portanto daqui a 4 anos, quiçá, talvez a gente receba alguma merda, tanto que ainda têm de ser deduzidos os impostos do EUA e T-A-L-V-E-Z dê para pagar uma champanhe aqui pas boazonas... ahahaha.

Realmente eu vou dizer o que é mais importante... O mais importante são todos vocês que nos frequentam, e por quem a gente nutre um carinho tão especial. Quando um de vós desaparece durante uns tempos de circulação, lá tamos nós a perguntar o que se passará e se estará tudo bem... Não acham fabulástico??? Malta que nem se conhece, mas que se preocupa?? E isso sim, é o melhor deste blog... São estas amizades todas e os laços que foram criados ao longo deste ano... Isso sim, nenhum dinheiro pode pagar!!!


Nota-se isso tanto nos nossos, como nos vossos comentários, uma especial preocupação em não ferir susceptibilidades, e um carinho intrínseco em cada um deles... E isso realmente é a nossa prenda. Faço votos para que continuem a frequentarem-nos, que nós prometemos continuar a frequentar-vos... E sempre, mas sempre, e para sempre, com muito carinho!!!! (ok, ate que a inspiração se vá!!!)

Nem somos nada destas merdas dengosas mas...vá lá! Vocês até merecem e achamos por bem agradecer a todos os que vêem ler os nossos disparates. Já que são vocês que fazem com que este até nem seja um "mau blog", nos acham gajas com tomates e grelos com o power of schmooze. Miúdas de mente aberta e pensadoras...etc e tal. E não será necessário falar mais, os post's falam por si, e a lista da malta porreira ali à direita fala por si!!!

Portanto gajada maravilhosa, haja muita força na verga, e nas mamas também, para mais um ano de muita paciência para nos aturarem, pois eu sei que não é tarefa fácil!!!

13 dezembro 2007

Hábitos perigoso

No outro dia disseram-me que uma gaja nos estados unidos (claro, só poderia ser naquela terrinha...gente da merda...mas vamos continuar senão ainda me passo!) morreu porque comia cabelo!

Fooooooda-se! Ele há habitos do caralho! Ainda me criticam por ser fumadora e gostar da minha bejeca!

Atão ao que parece a dita chavala andou bués tempo a comer cabelo! Eu por acaso lembra-me de ver algumas amigas, quando era uma pitinha, há bué bué tempo, a porem as pontas dos cabelos na boca e deixavam estar lá aquilo enquanto os mordiscavam! Mas eu pensava, é outro tique, tipo roer unhas, mexer nas orelhas ou coçar tomates em público. Mas não, Aquela merda é uma doença do foro psíquico, chama-se Tricotilofagia!!!! Ah pois! Há nome científico e tudo pa esta merda! Chama-se mesmo isto àquela cena de lamber cabelos e comê-los! Soubesse eu o que sei agora que as teria avisado.

Esta merda assustou-me, pá! Comecei logo a pensar naquele pessoal que ainda tem pêlos púbicos farfalhudos, ou até mesmo naqueles senhores que teimam em usar bigode! Vocês já viram ao que estão sujeitos? É que por mais que se cuspam os pentelhos, há sempre um ou outro que se engole. E pêlo a pêlo enche o estômago o papo! E vai daí aquela merda forma uma bola de pêlo no estômago e pumba! Foste cú caralho!

Por isso, este é mais um dos benefícos pa se depilar TUDO e não usar bigodes. A longo prazo mata!!!!!!!

Entretanto começei a visualizar a cena e descobri porquê que barriga é sinónimo de respeito! Quando se vê um gajo de barriga, pensa-se logo em forte, com força e tal, e agora já sei porquê! É que se ele tem barriga é porque já engoliu mais pêlos, logo mais cricas lambeu, portanto mais gajas na colecção, significa senhor da foda! Perceberam????

Mas ainda em modo de conclusão à história, a rapariga disse que comia cabelo pa não engordar!!!!!! Ele há taras do caralho! Mas quando se perguntou às pessoas porque achavam que ela fazia aquilo, a maioria respondeu que ela devia ter um namorado peludo. Tão a vêr a relação????
Bem! Olhem pela vossa saúde e pela saúde dos outros. Depilem-se!!!!!

08 dezembro 2007

O que se diz por aí






O PsYcHo_MiNd acha que até não somos um mau blogue. É bem, é bem!!!! Aqui as gajas agradecem e vão já colocar o prémio no seu devido local....

Como fica sempre bem dar os créditos a quem os merece, aqui vão as regras deste "óscar":


1. Este prémio deve ser atribuído aos blogs que consideras serem bons, entende-se como bom os blogs que costumas visitar regularmente e onde deixas comentários.


2. Só e somente se recebeste o “Diz que até não é um mau blog”, deves escrever um post:-Indicando a pessoa que te deu o prémio com um link para o respectivo blog;-A tag do prémio;-As regras;-E a indicação de outros 7 blogs para receberem o prémio.


3. Deves exibir orgulhosamente a tag do prémio no teu blog, de preferência com um link para o post em que falas dele.4. (Opcional) Se quiseres fazer publicidade à criatura com demasiado tempo livre para gastar em parvoíces, e que teve a ideia de inventar este prémio, ou seja eu – Skynet, podes fazê-lo no post que eu fico agradecido :)



Pronto. Agradecimentos feitos, prémio exposto, bora lá nomear mais sete tascos.

Pois! Nós não vamos nomear 7 tascos. Temos muita pena, mas vamos nomear, não 7, mas TODOS os blogues por onde comentamos. Porque se la deixamos o nosso testemunho é porque até lemos e até curtimos, certo? Quem disse que somos como os outros!?!?!? Pois bem, NÃO somos!!! Nós somos especiais (modestia à parte)!!!!

E portanto todos os que recebem comentários destas gajas podres de boas é porque até não têm um mau blogue!!!! E mainada!!!

02 dezembro 2007

Viagem Alucinante

Hoje vou contar-vos uma das nossas aventuras nocturnas... Eu nem queria falar desta merda, porque fiquei completamente traumatizada com o sucedido... Apesar da 2 andar sempre a lembrar-me disso... Foda-se!! Pronto!!! Admito!! Fiquei completamente aterrorizada... Agora, passado mais de um ano, já não tenho desculpa... (mas foda-se, o trauma ainda não passou).

Numa das nossas saídas, no verão passado, após o jantar com os nossos gajos, lá fomos nós correr os bares locais... Já bem atestadas e como é do vosso conhecimento, toca a telefonar ao nosso taxista de serviço (Sr. Rui, aquele abraço) para nos levar à disconight... eheheheh

Na ida para a discoteca, nós já a tentar fazer a reserva para o regresso, quando ele nos informa, que às 6h15m já tinha um serviço requisitado. Ou seja, se viessemos antes dessa hora, ele ainda nos ía buscar, caso contrário teríamos que recorrer aos serviços de outro colega dele... Até aqui tudo... tudo bem!!

Lá fomos para a discoteca, onde acabamos de nos atestar... ehehehe!!! Lá mais para o final da noite, lá nos lembramos que provavelmente estaria na hora de virmos embora... Fomos buscar a nossa tralha e dirigimo-nos para a caixa para pagar a despesa... A bem dizer, a parte que custa mais... ehehhe


Chegadas à rua, fomos ver as horas e já passava das 6h da manhã. Já era muito tarde para telefonar ao Sr. Rui, mas para nossa sorte (ou azar) vimos que à saída da discoteca estavam vários taxis parados...


Ora, mas que coisa mais prática...pusemo-nos a examinar e como já estavamos um pouco anestesiadas optamos por um taxista que nos pareceu o mais adequado. Velhote, boina, a descascar uma laranja na conversa com os colegas e tal... Como os outros era malta mais jovem, achamos que mediante o nosso estado deveríamos optar pela boina não fosse o diabo tecê-las.

Metemo-nos no taxi a muito custo e com um esforço sobre-humano para não chamar o gregório em plena viatura e lá nos amanhamos. Ora, mal o taxi arranca, passado 100 metros, passamos um stop em alto gás. Ou seja, o filha da puta do taxista nem parou nem olhou para o lado. Isto para entrar numa estrada nacional, com bastante trânsito... Claro que comecei logo a ficar sóbria e disse-lhe em tom de brincadeira: "Ah, não sei se viu, mas estava ali um stop!!!" ao que ele responde:" hahahahahhaha, hahahahhahaha, hahahahahhah Ai tinha???? hahahahah Ai sim???? hahahahhahahahhaha".

Fooooooda-se! Olhamos umas pas outras desconfiadas. Achamos não se tratar de uma atitude muito normal para uma pessoa que faz da condução a sua profissão. Continuando o percurso o excomungado do taxista nao tem mais... ele é pelo meio da estrada, alto gás, a cortar as curvas todas, qual cena digna de filmes de rallys.

Eu começo a ficar refodida, olho para as minhas comparsas com aquela cara de "onde a gente se veio meter, foda-se! Puta que pariu no caralho do taxista". Nós no banco de trás era a escorregar de um lado para o outro, portanto podem ver a velocidade a que o cabrão vinha...Curva pa direita esmagavamos a gaja boa 2, curva pa esquerda ficava eu esmagada contra a porta.

Nisto, ocorreu-me dizer ao taxista que no meio estava lá uma colega grávida (a ver se o cabrão abrandava) e ele limitava-se a rir....com ar digno de um filme de terror, olhava para trás com um brilho sádico no olhar e carregava no acelarador... Quanto mais a gente dizia para ele abrandar, mais ele se ria, e mais ele acelerava...

Que podíamos fazer?? Mandá-lo parar e ficar apeadas no meio de nenhures?? Claro que da discoteca ate à cidade vê-se poucos vestígios de civilização. Não podíamos dizer pa parar e ficar apeadas no meio do monte, feitas maluquinhas... e lá fomos rezando para não ficarmos esborrachadas numa valeta qualquer ou no meio de alguma ribanceira....

Posso-vos garantir que fez uma rotunda, que normalmente feita a 60 km/h as pessoas dentro do carro já andam a chocalhar, o filho da puta entra a 120km/h... Portanto imaginem a situação!!!!!

Assim que entramos nos arredores da cidade e sentimos que estavamos perto da civilização viramo-nos para o dito condutor: "Olhe ficamos já aqui!!!!! Pare ali naquele jardim!"

Saímos do carro completamente brancas, sóbrias, aterrorizadas só não nos borramos por vergonha e tivemos que ficar meia hora sentadas no jardim a fumar uns cigarros à espera que o sangue reiniciasse a sua circulação pelo nosso corpo.

Quem se riu a bandeiras despregadas desta merda toda, como podem compreender, claro está, foram os cabrões dos nosso gajos. Ainda hoje nos gozam à fartazana com esta aventura.

E olhem, sabem que mais??? Com certos taxistas, mais vale fazer uma peregrinação ou conduzirmos bêbadas....

29 novembro 2007

Bigodes

Há por aí ainda muita boa gente de pentelheira na cara. Não venho aqui falar do bigode das gajas, que desses já muito se falou. Venho falar de bigodes nos homens. Porque ninguém fala disso? Acham piada???? Não me refiro aquele bigode sensual, de pouca penugem tipo o que o Jonny Deep usa nos piratas das caraíbas...esse até é muita sexy e mãezinha só de pensar nesse homem...mas siga que ainda me distraio...e começo para aqui a esguichar as paredes hehehehe!!!



Refiro-me aquela coisa asquerosa que algumas pessoas usam...farfalhudos...alguns até ressabiados para os lados, enroladinhos nas pontas e que muito orgulhosamente penteiam.

Sei que há até uma confraria...vão pra lá todos mostrar os bigodes e medir quem tem o bigode maior, mais lustroso e tal!


Ok, até aqui tudo bem...cada um com a sua tara!

Agora o que me questiona é as gajas desses bigodeiros! Como é possível que os beijem sem pensar na quantidade de germes que por lá se passeiam????? A sério!!! Não vos mete impressão? Nem sequer uma comichãozinha sentem????

Não consigo evitar o meu ar agoniado quando um destes espécimes bebe ao pé de mim...é ver a puta da pentelheira supralabial a ficar com a espuma de bejeca...os restos dos molhos...grrrr que até me está a dar os calafrios. E ós despois beijam-se???? Fooooooda-se!!!! A sério! Vocês beijam esses homens sem antes eles lavarem os bigodes???? Já pensaram que pode haver chatos por baixo daquele matagal?

Pronto!

Tá certo! Até os há higiénicos e tal, que lavam o bigode e o penteiam!!!! Mas...desparasitam-no amiuúde? catam-no?...

Passei-me com o camarada cloridrix quando me deparo no blog dele . Ele diz que já tem bigode e vai deixar crescer a barba! Bigode gajo???? Foda-se! Bigode???? Mas tu picaste? por favor elucida-me e diz que é daqueles sexys com pouca penugem pro favor!

Como terá surgido esta moda? Um coleguinha de trabalho que usava uma merda dessas apareceu lá um dia sem ele. O gajo até parecia mais novo, cara lavada. Claro que naquela zona estava muito mais branco do que no resto da cara, mas parecia-me bem! Notei foi um nervosismo da parte dele tipo " o que estarão a pensar?" Ele parecia sentir-se despido, sem saber o que fazer com o lábio inferior, que antes estava sempre a puxar a bigodaça para baixo (tão a ver o gesto????) Só me apetecia dizer-lhe: deixa-te de merdas, estás fantástico...mas o gajo voltou a deixar crescer aquela coisa!

lá outro, com outro bigodaço que já nem se veem os dentes do maxilar superior quando fala, que se farta de se fazer ao piso...mas ó meus amigos...dassse!! Com um bigode daqueles...nem um minete o gajo me fazia! Não que depois era vê-lo a lamber o puto do bigode o resto da semana....hahahahahhahaha

Pronto, podem-me bater, são gostos, eu sei! Mas eu tenho o direito de não gostar e achar nojento....Pronto! Desabafei!!!

25 novembro 2007

Precoces?????

Uma amiga minha tava a dar uma aula quando repara num dos seus cromos com gestos supeitos debaixo da mesa...


Pareceu-lhe que o gajo se estava a coçar. Pelo menos pareceu-lhe. Continua o discurso sobre os animaizinhos e tal, olha outra vez e o gajo ainda a coçar-se! O cabrão do puto estava de olhos esbogalhados a olhar pa ela e a coçar a piroca com o osso do pulso, por cima das calças (valha-nos isso)....

Na hora, apenas mandou o sacana por as mãos em cima da mesa. Isto porque na sala se encontravam miúdas ainda bastante inocentes. E ainda seria pior a emenda que o soneto! Se chamasse a atenção do puto directamente para o assunto teria depois que explicar às garotas conceitos simples como punheta e excibicionismo. Ah! E tinha lá na sala a filha do presidente da escolinha....pois! Situações de merda.

Continuou a aula, sempre com o olhómetro no puto. Toca a campainha e ela segura o piolho! E aí sim, já sozinhos soltou a garganta e foi coisas do género: és um badalhoco, um porco! Ka nojo...e se voltas a repetir a façanha faço um cartaz com a tua cara, a chamar-te de punheteiro e publico na escola!

E que fez o miúdo???? Nada! Absolutamente nada! Corou e saiu da sala com o recado! Não acham que se ele fosse inocente teria de alguma forma tentado justificar-se??? Nadica. Nem uma palavra se lhe saiu da puta da boca.

E depois vem a vaca da ministra da educação (quero que se fodam os da censura e mais quem os lambeu) dizer que o ensino vai bem, que estamos a educar criancinhas e tal! Criancinhas? Desculpem lá mas com este nível de ensino estamos é a criar monstrinhos.... Um bom tabefe era o que este puto merecia! Mas acham???? Ainda ficava a profe em maus lençois só porque o menino podia ficar "traumatizado".

Este assunto veio à baila na mesa de café onde se encontravam alguns profes do 1º ciclo. Vejam lá, um puto de 13 anos, como este mundo vai e tal, pensando eu que eles íam ficar escandalizados com o assunto quando vai um e diz: tás admirada? Olha eu tenho uma croma de 8 que coça a crica com o porta lápis....e toda a gente acha normal menos eu...

Vai outra que tava ao lado: "Haviam de conhecer a minha Jennifer. Ela mal viro costas levanta-se e roça a papoila na esquina da mesa. Às vezes a miúda agarra a mesa com força, fica vermelha e geme....

E depois disto, como devem imaginar, calei-me e só disse: Foooooooooda-se!

23 novembro 2007

Donas de casa desinspiradas

No seguimento do meu último post, surgiu mais uma das minhas pequenas observações!!! Vá, ok!!! Já tinha pensado nesta merda, mas ainda não tinha surgido uma oportunidade para falar no assunto...

Como trintona que sou, a grande maioria dos meus amigos/as pertencem a esta faixa etária (novidade do caralho!). E o que acontece com a grande maioria dos trintões???? Heinhe??? Vá.... Puxem pela cabeça... Sim, sim!!! Estão casados e com filhos, alguns deles (malta
corajosa!) já vai no 2º rebento!!!

Quando se marcam lanches, jantares ou convívios afins, lá vai a malta toda... Restando apenas eu e pouco mais que tal (malta valente e corajosa!) que continuam solteirinhos da silva. Não se deixando render pelos encantos da vida de casados, ou pura e simplesmente porque ainda não encontraram alguém a jeito...

Como é sabido, nestes jantares formam-se dois grupos, gajos pa um lado a falar da bola, carros e claro... de gajas!!! Elas, as gajas pa outro a falarem de merdas domésticas e tal e coisa... Ora eu como gaja que sou, mal parece que mande as gajas pó caralho mais velho (vontade não me falta às vezes, e vocês já vão perceber porquê) e claro... lá gramo eu a pastilha, como gaja aparentemente civilizada que sou, a vou-as aturando...

Após várias saídas, constatei, para minha desgraça, que as gajas casadas e com filhos não conseguem manter uma conversa trivial e civilizada!!! Limitando-se única e exclusivamente a falar dos filhos... (deve ser um bug no processador das gajas que é activado quando estão a parir ou o caralho. ahahah pronto, já cá faltava a minha boca foleira!)

Tudo bem, as crianças são pequeninas, são engraçadas, são giras, etc, etc, eu admito... Mas, foda-se!!! Passar 4 horas a falar delas??? Puta que pariu, que praxe do caralho!!!! Antes de haver rebento, era a falar nas maravilhas do marido e do quão maravilhoso ele era, entretanto nascem os filhos... e o marido é atirado para as urtigas, e engavetado no esquecimento e os filhos tomam o papel principal.

É que nem se apercebem o quanto são inconvenientes, e lá as vejo eu, quase que à bulha a tentarem falar todas ao mesmo tempo, a ver qual a que conta mais baboseiras, mais parecendo um bando de galináceas e ainda por cima chocas!!!
  • O meu pikeno no outro dia mandou um arroto, quase que estremeceu o prédio todo, haviam de ter ouvido... (mas que bem...)
  • O meu já diz "bá", significa água... (hã? uau... vai ser astronauta)
  • E a minha?? Já mexe no comando da televisão... (futuro Bill Gates)
  • Ai a minha, atirou-me com o telemóvel à testa, que engraçada que ela é... (uau... vai ser sobredotada concerteza!)
  • A minha noutro dia vomitou-me a papa toda em cima, que gira que ela é... Ó gaja boa 1, havias de ter lá estado para veres o que é ter filhos... (Ok!!! Se a vontade até agora era escassa, com este cenário então fico desertinha para ter uma ninhada...)
  • Olha, olha, a minha pequerrucha noutro dia, com uma diarreia tão grande, olhai... borrou-se toda e sujou-me a casa toda... Fui dar com ela a passar a mão e a comer... (estava eu a tentar comer a sobremesa...!!!! Que conveniente!!! A educação no seu melhor!!!)
OK!!! FODA-SE!!!! É normal falar-se nos filhos e nas suas peripécias, mas não conseguir manter outro tipo de conversa??? É muito triste. Pó raio que as parta!! E como podem ver as conversas são muuuito construtivas... Claro que tenho algumas amigas que não têm nada a ver com este tipo de gajas, são pessoas que falam de tudo e claro inclusivé dos filhos, mas não me massacram horas a fio com a mesma conversa!!! Aliás, nestas conversas apercebem-se das figurinhas das outras e da tortura das solteiras e ainda tentam mudar o rumo da conversa, mas tá quieto...

Cheguei à puta da conclusão, que este tipo de gajas não consegue falar de mais nada, e quem não alinhar é que é anormal!!! Nesta merda há que fazer justiça, os gajos são muito superiores, e raramente monopolizam a conversa com os amigos acerca dos assuntos domésticos e das habilidades dos rebentos.

Portanto, meus amigos, quando virem um grupo de amigos numa jantarada, e virem lá no meio dos gajos uma maluquinha a falar da transferência dos jogardores "Zé Marreco" e "Marreta da Silva" para o clube "Pernetas das Esquina", essa gaja sou EU!!! Porque com esta conversa, além de ser muuuuito mais saudável, aprende-se muito mais com ela!!! Tenho dito!!!

Nota: Claro que vou ser crucificada e massacrada pelas gajas, mas sabem que mais??? Que sa foda!! Massacre por massacre... Que venha a gasolina, que sou eu a ajudar com o isqueiro!!!

18 novembro 2007

Donas de casa relaxadas

Apesar de toda as lutas que as mulheres travaram, e de todas as cenas que reinvidicaram, constatei que ainda há muita gaja que procura um gajo pa casar e pa este pagar as contas, ou seja, gajas que até tiraram cursos superiores e tal e coisa, e depois acabam por nunca os exercerem, dedicando-se a serem donas-de-casa a tempo inteiro!

Eu continuo a achar que as mentalidades não mudaram tanto assim em 50 anos de evolução cultural... O que me espanta é haver ainda muita gaja que não queira ter uma profissão, e independência económica, ou melhor ainda... a profissão que almejam é: esposa de dôtor, esposa de engenheiro, etc.

E o que mais me admira é haver muitas delas que cravaram os pais para que estes lhe pagassem uma formação superior, para depois.... NUNCA a exercerem!!! Claro, nesses meios há maior concentração de dôtores e engenheiros para fisgar... ahahahah (já sabem que eu não podia passar sem mandar a minha boca!)

Admira-me os gajos aceitarem essa situação!!! Casam com uma pessoa licenciada, e tal, a pensarem que será uma boa ajuda para o orçamento familiar, e no fim... Pumba!!! A gaja cola-se a ele, e arranja maneira de nunca trabalhar!!! Como será que lhe diz??? "Olha querido, agora que casei contigo estás refodido, porque eu vou ocupar-me só dos filhos e da casa, fica à tua responsabilidade ganhar gravetame para pagar as contas!"

Ou será uma cena mais subtil?? A gaja pouco a pouco vai-se desligando do mundo do trabalho, nunca aparece nada de jeito, entretanto fica grávida... E claro, já agora aguenta mais um pouco porque nenhum patrão vai contratar uma grávida, depois vem a parte do aleitamento e tal... e pufas!!! 2º filho... quando se vai a dar conta a gaja pura e simplesmente esqueceu-se de mandar currículos e é dona de casa a tempo inteiro!!!

Visto isto sob uma perspectiva masculina: gajos deve ser fodido ser o burro de carga lá de casa!!! Recai sobre as vossas costas a responsabilidade de pagamento de todas as contas, mas com uma vantagem!!!! Sim... Sim... Não pode ser tudo agruras... Lá em casa a vossa gaja não "risca" nada!!! Ela até queria comprar uns sofás novos... Mas foda-se!! Quem decide são vocês, ela se quer decidir que vá ganhar dinheiro primeiro!!! Por outro lado, têm uma sopeira a tempo inteiro, incluindo férias e fins de semana!!! Quando chegam a casa, lá está a vossa gaja fresca e airosa, com as pantufas e o jornal na mão à vossa espera!!! (ahahah pronto!! a parte da fresca e airosa... vai lá vai!!!)

Visto sob uma pespectiva feminina: Gajas!?!? Eu nem quero acreditar... Não se sentem mal, sempre que precisam de alguma coisa, terem que pedinchar ao vosso gajo que vos dê dinheiro?? E se quiserem gastar algum dinheiro mal gasto? (como tanta gaja gosta de fazer) Não gostavam de ter a vossa independência económica? E se um dia o casamento dá para o torto?? Ficam assim como que uma mão à frente e outra atrás... Já agora e como sabem que sou uma cusca, gostaria de fazer mais uma perguntinha: levantam-se de manhã, dão o pequeno almoço à canalhada, vão deixá-los na escola... Ok! Até aqui tudo bem... E agora com que ocupam o vosso tempo o dia todo até serem horas de irem buscar as crianças???

Às vezes chego a pensar que este tipo de gajas é que é a mais esperta... Senão vejamos: não sabem o que é acordar de madrugada TODOS os dias para irem trabalhar, não sabem o stress que é ter responsabilidade para pagar as contas, não sabem o que é trabalhar 10 a 12 horas diárias e serem mal pagas por isso, não sabem o que é passar horas na estrada ou a conduzir para irem para o trabalho, não sofrem do stress para cumprirem os prazos que o patrão estipulou, não sabem o que é estar de baixa e todo o stress inerente, não sabem o que é andar sempre a correr e sem tempo para nada... Afinal...

Este tipo de gajas bem podiam ser todas umas barbies, afinal dispoem de tempo que mais nenhuma mulher que trabalha dispõe... Tempo esse que pode ocupar a tratar dela e da sua saúde e imagem!!!!!

PS: Quero aqui frisar, que há muito boa gente, que apesar de mandar montes de currículos, não encontram trabalho. E muitos que encontram trabalho, são explorados e mal pagos! Malta eu sei muito bem que existem muitos casos desses, e quero deixar o meu apoio e compreensão para connvosco!! Este post é dirigido para ouuuutro tipo de gajas!!!!

15 novembro 2007

Ejaculação feminina

Tenho recebido muitos mails ultimamente, de gajas a virem-se que nem tolinhas e que depois se mijam todas. Tremem, gritam e esguicham que nem desalmadas. Algumas parecem autênticas torneiras....Isso não me surpreende, até porque já aqui se falou na chuva dourada e o assunto ficou esclarecido! Penso eu de que...

O que me surpreendeu, é que na conversa com um colega de trabalho que também recebe os mesmos mails, dizia ele "que ricas ejaculações me tens mandado!" Como???? Ejaculações???? Oh gajo, aquilo é mijo, caralho! Não é não senhora! Estamos perante casos de ejaculação feminina...."


Oh pá, sinceramente, é daqueles assuntos para o qual eu não estava devidamente preparada pa argumentar...e portantos não dei seguimento à conversa. Remeti-me à minha ignorância. Até porque foder com gajas não é propriamente a minha especialidade. Ele sendo gajo, terá mais poder argumentativo nessa área. Mas, não fiquei nada convencida e resolvi fazer umas pesquisas. O que encontrei foi deveras interessante.



Segundo a wikipedia, "A ejaculação feminina é caracterizada pela excreção de líquidos pelas glândulas de Skene e pela uretra durante o orgasmo. Esse líquido é claro, às vezes viscoso, ralo e geralmente inodoro, varia de 15 a 200 ml. Nem todas as mulheres ejaculam e, mesmo as que o fazem, não ejaculam sempre, está relacionada com a estimulação do ponto G . Considerando o ponto G um homólogo da próstata masculina, podemos entender que o líquido que algumas mulheres expelem é similar ao do homem, sem conter espermatozóides" .


Ficaram esclarecidos???? Eu fiquei! Mas ficaram convencidos??? Eu também não...

Descobri ainda que no início do século XX, o meio científico defendeu que a "ejaculação feminina seria um sintoma de histeria, somatizado na forma de incontinência urinária" Ou seja, arranjaram uma forma simpática de dizer: "Oh pá, essa cena da ejaculação feminina é léria! As gajas ficam histéricas e mijam-se todas porque não se controlam" hehehehhehehe

Um sexólogo alemão-judeu descreveu detalhadamente a ejaculação da mulher em relação ao prazer. "Se se tem a oportunidade de observar o orgasmo dessas mulheres, pode-se ver que grandes quantidades de um líquido límpido e transparente são expelidas em esguichos, não da vulva, mas pela uretra". Imaginem este gajo em plena foda, a gaja a vir-se e ele: "pera, pera...deixa-me ver de perto de onde vem este estranho fluido...." Muito atractivo sim senhor!!!



Mas a cena mais marada que li, foi acerca de relatos de rituais de puberdade na tribo batoro de Uganda, onde a ejaculação feminina tem um papel importante num costume chamado "kachapati", que significa "aspergir a parede". Nele, a jovem batoro é preparada para o casamento pelas mulheres mais velhas da aldeia, que lhe ensinam como ejacular. Isto sim, é gente muito à frente! "Anda cá filha! Tás preparada pa casar, vamos lá aprender a mijar paredes....!"

"Todas as mulheres podem ejacular, a questão é que a grande maioria nem sabe que isso é possível, portanto, quando a cultura sexual numa sociedade reconhece a existência da ejaculação feminina, um número maior de mulheres desenvolverá essa capacidade".

Ou seja, meninas, treinem! Treinem, que vão conseguir. Pelo menos sempre podem mijar as paredes sem parecer mal! "Estou a treinar, querido...."

Depois de tudo isto, volto a perguntar: ejaculação feminina, verdade ou mito???? Eu nunca ejaculei, mas vai daí, segundo os estudos, não treinei o suficiente. Que as gajas fiquem muita húmidas, percebe-se. Às vezes aquilo até parece as cascatas do Niagara!!! Agora ejaculação???? Em esguicho???? Nãããããã

Mas digam de vossa justiça! Se estou errada corrijam-me....


Eu por mim, pelo menos, vou treinando, nas paredes lá de casa!!!

11 novembro 2007

Ah e tal!

De visita ao tasco do Acidocloridrix, deparo-me com o tema "Disfunção eréctil". Interessante! Ele pergunta às donzelas "Ah e tal e se o vosso gajo tiver problemas de erecção sistematicamente?"

A maior parte das moças é capaz que responda coisas tipo : Ah, coitado. Deve ser só uma fase, isso passa-lhe. Ajudava-o a superar isso, blá, blá, blá, pardais ao ninho. Ora e se nos deixassemos de frescuras e fossemos sinceros?? Hein???

E se pusermos as coisas de outra maneira? Tipo: "Gajos, e se a vossa respectiva estiver sem vontade sistematicamente?"

Ah pois! Pagava pa ver um gajo a ter meses de paciência a pensar "Ah coitada, anda cansada, é só uma fase, logo, logo a ferinha sexual regressa. Deve ser das hormonas...!"

O caralhinho!!!!!! Começavam logo (e quando digo logo é ao fim da terceira nega...) "Que se passa? Tens outro? Já não te excito?" Stressavam, andavam fodidos da vida, de trombas, a fazer filmes de amantes e orgias nas costas deles....enfim!!! O normal de um gajo que anda a seco, acrescido da preocupação de "algo se passa com a minha gaja".

Pois meus amigos, nós as gajas não somos assim tão diferentes. Se na hora H o trompete não assobia podemos até dizer "Deixa lá, amanhã tentamos outra vez, acontece a todos, não penses mais nisso. Agarra-te a mim e vamos dormir." Mas o que queríamos realmente dizer, aquilo que estamos a pensar é "Ai o caralho! Outra vez???? Foda-se! Já ías ao médico, não? Depois queixa-te que arranjas um par de cornos. Não te trates, não!"

Portantos, que não apeteça de vez em quando...vá! Estou como ó outro, o cansaço é fodido! Agora, por sistema? Algo está errado! Não sejamos hipócritas. Ou a piroca está mal ou a relação já deu o que tinha a dar...

08 novembro 2007

Prazo de validade

Alguns dos comentários ao post anterior, deu-me a ideia para este post... Nada que ainda não me tivesse já ocorrido, mas que ainda não sabia muito bem como abordar o assunto...

Desde pequenos que ouvimos as expressões (para não dizer bombardeados): fulana está encalhada, a sicrano ninguém lhe pega, beltrana vai ficar para tia, etc etc.

Ou seja era quase que imposto que tínhamos que casar ou arranjar companheiro/a antes dos 30, antes que passassemos para este rol de gente, supostamente infeliz e ostracizada.... E não, meus amigos, não estou a exagerar!!! Estas pessoas eram ( e ainda o são!) alvo de chacota e de piadas mesquinhas da sociedade. E para não falar daquelas velhas armadas em casamenteiras que conheciam (e continuam a ter!) sempre alguém muito-boa-rapariga ou muito-bom-rapaz para apresentar aos ditos encalhados/as!!!

Até parece que mal nascemos nos colocam na puta da testa um selo de validade, após o qual passamos para o rol dos mal-amados, tristes e infelizes...

Ora bem, como é do vosso conhecimento, eu sou uma trintona, e diga-se de passagem que com muito gosto e prazer, e quem desdenhar que se vá foder!!! Só porque não optei por ficar com os medianos que apareceram na minha vida?? E depois?? Não sabem que sou perfeccionista?? Que procuro o melhor, o dito cujo, o tal??? Ou seja, só para não ficar com este rótulo tinha que me sujeitar a ficar com uma pessoa qualquer???

Desde quando eu admito que alguém me coloque um selo de validade na testa?? Era o que mais faltava... E aliás se olharem bem à vossa volta, quer homens quer mulheres atingem o seu apogeu sensual aos trintas e muitos... Senão olhem para os actrizes a actores famosos??? Quantos deles têm menos de 30 anos??? Ora pensem lá bem... Não vou referir nomes, porque as mulheres mais lindas e sensuais deste planeta são quase todas trintonas, e os homens também... E muitos deles e delas até já são quarentões!!! Mas adiante...

Não sei o que vocês pensam acerca disso, mas no que me concerne, eu recuso-me terminantemente a ficar com alguém só para não levar com o rótulo de trintona encalhada, e quero ver se há algum filho-da-puta que tem tomates para me dizer na cara que eu já ultrapassei o dito prazo de validade!!!!

E digo mais: mais vale encalhada que encornada e mal casada!!!!!!!!!!!! (eu pelo menos penso assim, mas quem preferir o contrário... tá à vontade, afinal um par de cornos pode dar sempre jeito...ahahahah)

MAINADA!!!!

04 novembro 2007

Velho Truque!!

Olá gajada... Sei que devem estar chateados comigo... Ok, ok!! Com toda a razão!! Mas antes que me chicoteiem barbaramente, quero só dizer e em minha defesa que estive doente e para piorar as merdas, com a net toda refodida e ainda... Sim!! Que uma desgraça nunca vem só... Tive que formatar a minha sucatita! Portanto... Já viram que tive uma semana refodida ao quadrado!! Ainda estou meia debilitada, mas já não podia adiar mais e sentia esta obrigação com vocês meus queridos de mi corazón!!! Portanto cá estou de volta, e vá... arrumem lá a gasolina que ainda não é desta!!!

Pelo título do post, não sei se adivinharam o tema do dito... Mas quase que aposto que não!! eheheh Hoje venho falar do velho truque pa "caçar" os gajos!!! E qual é o velho truque para caçar gajos??? Sim, sim... Nada melhor que engravidar!!! E pasmem-se!!! Sentem-se... e SIM!!!! Ainda funciona!!!

Aposto que alguns dos leitores masculinos deste estaminé foram vitimas desta patranha, e algumas das nossas leitoras perpetuaram a dita partida!!! Lembrei-me desta merda, porque ainda muito recentemente soube de mais uma "gravidez acidental".

Eu até aceito essas histórias quando falam de há 100 anos atrás, ou em sociedades iletradas e sub-desenvolvidas!! A malta não estava informada, não havia acesso a pílulas nem preservativos e tal e coisa... A malta andava com as hormonas aos saltos e pumba!!! Engravidavam... E vinha a família a exigir reposição da honra e era lei!!! O gajo tinha obrigatoriamente que casar com a gaja, para não apodrecer numa prisão qualquer, ou então tinham que dar corda aos sapatos para não terem a família da namorada armados de picaretas, enxadas e forquilhas e ainda lhe furavam o bucho que era um mimo (ahahahahaha já sabem que eu faço logo um filme do caralho)!! Afinal se "desonrou", tinha que casar!! Mas esta merda era há uns valentes anos atrás!!!

Agora numa dita sociedade culta e constituída por gente supostamente civilizada, esse tipo de merdas custa-me a aceitá-las!!! Mas o mais incrível desta merda toda é que continua a ser um
truque de sucesso para levarem o gajo ao altar!!! Vamos agora analisar esta merda sob as duas perspectivas.

Perspectiva masculina:

Chega a gaja diz-vos que está grávida e agora?? Vocês nem tinham intenções de casar com ela, mas... E a família de ambas as partes?? Casar será a solução??? Ou será que a partir do momento que ouvem falar em bébé o vosso cérebro pára completamente e passam a ser uns robot's comandados pelas vontades dos outros??

Perspectiva feminina:

Armam a patranha, comunicam ao gajo e agora?? Estão à espera que ele case com vocês... OK!!!! A vossa autoestima como vai ficar para o resto da vida, sabendo que muito provavelmente se não tivessem engravidado o gajo jamais casaria com vocês? E conseguem viver com isso???

Resumindo e concluindo, este velho truque ainda continua a ser amplamente aplicado e a resultar, porque os gajos continuam a cair que nem patinhos!! E agora com a liberalização do aborto como vai ser??? O gajo pode sempre argumentar: olha lá, e se fosses abortar??


E será que para assumir um filho, é necessário assumir um casamento que muito provavelmente será votado ao fracasso?

Eu continuo a ser uma defensora acérrima da felicidade, e desejo a todos que acima de tudo sejam felizes, mas o que vejo nestas "gravidezes acidentais" é que normalmente acabam de uma forma muito pouco feliz e quem sofre no meio desta merda toda é a desgraçada da criança que foi a única inocente nesta teia toda!!!!!

31 outubro 2007

Diferenças

Sendo gaja, naturalmente, tenho acesso a conversas de fêmeas!!!! Mas, como cúmplice dos gajos, consigo embrenhar-me nas suas tainadas e deleitar-me com as suas paródias, tendo assim acesso ao melhor dos dois mundos!


Quando um grupo de fêmeas decide ir pá borga, por norma começam por jantar. Escolhe-se um sítio onde se "esteja bem", de preferência com alguma classe. Se a carteira estiver curta vai-se a um restaurante moderadamente sossegado, mas definitivamente com aspecto lavado.

Já os gajos estão-se a cagar pó local dos comes e bebes. Tem é que ter bebes, muitos bebes. Se der pa ir vendo a bola, tanto melhor. A única regra é poder-se mandar umas caralhadas sem que olhem pa eles como anormais....O copo quer-se sempre cheio. Já do outro lado, bebe-se vinho verde "e pouco senão fico tonta"!


Mas é relativamente às conversas que as grandes diferenças se destacam. As moças, com o copito, soltam-se e entram no domínio que eu costumo chamar de conversa de merda. Queixam-se dos maridos, filhos, trabalhos, as obras lá em casa que não correm bem, a dieta que estão a fazer, bla, bla , bla. Mas a determinada altura a coisa começa a descer de nível e a subir de interesse. O sexo vem à baila. E aí, não há pudores e descortina-se tudo! Os pormenores mais mórbidos da sua relação são postos em cima da mesa!

Gajos, vocês nem imaginam o que se conta! Basicamente TUDO! Ele é isto, ele faz isto, ele não faz aquilo, lambe bem, aguenta-se pouco...enfim!!!!! Trocam-se experiências. De onde pensam que surgem aquelas fantásticas ideias que as vossas gajas às vezes levam para casa? Hein???? Pois....da conversa com as amigas!

Os moços, nem bêbados ousam expor o que fazem com a SUA gaja. Pode ser mulher, namorada, não interessa! Se a madame significar alguma coisa para ele "respeitinho faxabori" e nem se admitem bocas foleiras. Protege-a da língua do pobinho!

Estão vocês, gajas, a pensar. "Mas, eles falam de gajas". Pois falam. Mas falam de gajas pá foda! Falam da "estampa" que andam a papar, do que ela "chupa tão bem", dos belos pares de melões...ou mesmo que se trata só de invólucro e que afinal parece que tão a foder um cadáver!

Já as gajas se têm algum esquema, um amigo colorido, uma foda quando calha com uma bomba sexual qualquer, não comentam com ninguém! Top secret. Não lhes interessa que se fale...
Portanto e concluindo:


Gajas: Se ouvirem um gajo a falar carnalmente de uma gaja em alto e bom som perante os amigos, podem estar certas que se trata apenas de mais uma pá sua colecção de troféus. Das suas mulheres nem que a vaca tussa se fala mal. Nem que o pensem, não vão admitir perante os seus vis companheiros.



Gajos: se andam a dar fodas em gajas, é quase certo que terão discrição. Se elas começarem a falar do vosso envolvimento é porque para ela a coisa já vai mais longe e já não querem ser só fodas. Cuidado com as falsas esperanças que inevitavelmente por vezes surgem. Agora, se têm uma companheira, não se admirem de certos risinhos ou sorrisos suspeitos quando encontram as amigas dela. Elas sabem mais do que vocês pensam.....

Ps - Como devem ter reparado esta semana houve atraso na postagem. Eu não tenho nada a ver com essa merda, ok???? A gaja Boa 1 já assumiu as culpas. Anda com a net toda encaralhada. Mas ela já já estará de volta....aguardem!!!

25 outubro 2007

Deve ser genético

O meu primo veio cá a casa passar uns dias. Não nos víamos desde o Natal. Passados dez minutos de ter chegado:

- Prima!

- Diz, primo!

- Olha, agora depilo-me todo! Que
achas??

- Acho bem! Acho muito bem! Assim
tens mais sorte com os broches....

- Queres vêr?

E antes que eu pudesse responder: zás!!!! Baixa as calças!!!!

- Foda-se, oh primo! Puxa lá a
merda das calças pa cima, caralho!

- Que tem? Não gostas?

- Tá fixe! Mas não me parece bem
que me mostres assim a piroca...


- Porquê??? Não me mudaste as
fraldas e tal?

- Tábem! Mas nessa altura tinhas aí
uma minhoca inerte e não uma jibóia hiperactiva...

Ele há merdas que só podem ser genéticas! É que além de podres de bom ele tem cá uma lata!!!! Hehehhehehehe

21 outubro 2007

Gaja Boa no Alentejo

O acidente que tive fez-me lembrar de outras aventuras com carros.


Estava eu pós lados de Portalegre em trabalho! Conduzia na altura um autêntico tanque de querra, um volkswagen Jetta. Antes de contar a minha aventura, devo dizer que ADOREI trabalhar por lá! Aquela gente é fantástica e vivem num dilema entre dormir ou descansar...hehehehe

A gente da minha rua era, na sua maioria, velhotes de boina na cabeça, navalha no bolso (pa "cortari" o que for preciso) e que passavam toda a santa tarde em frente à sua casa sentados numa cadeira de praia ou simplesmente nas escadas. A bengala ao lado, o cão ou gato a seus pés...

Eu era muito estimada porque ía à casa de pasto tomar o meu café todas as manhãs. Pra eles aquilo era fantástico porque todas as outras "sô dôtoras" que por ali passavam íam à pastelaria. Ora pa que iria eu deslocar-me umas ruas pa tomar um café mais caro, se ali ao lado havia um belo "cafeii" tirado pela dona Anastásia???? De modos que "tomavam" conta de mim ....

Uma altura vou até à night de Portalegre com uma seita jeitosa...lembro-me de ao estacionar ouvir uma pancada! Mas...que sa foda... siga! Depois vê-se o que foi!

Ao fim da noite regresso à terra dos cavalos, Alter do Chão pra quem não sabe! Estranhei um pouco o carro, não desenvolvia o que devia mas....sempre em frente!!!!! Sempre a curtir a música e bitaites de quem ía falando... Depois de ter posto toda a gente em casa, já sozinha, o carro falou mais alto e começo a ouvir um barulho metalizado! Saio e ...foda-se!!!! Faltava-me um pneu de trás...já só tinha a jante! Ou seja, andei 37 km com um pneu furado.....enfim!!! Merdas de gaja...

Foi um filme! Vocês não tao bem a "ber"...sábado de manhã, sim já eram 7 e qualquer coisa, plena luz do dia e aqui a je ainda completamente encharcada de cerveja no centro da terrinha. Ainda por cima, dia de mercado...ou seja, toda a gente ía ficar a saber daquela merda!


Mas prontes, decido mudar o pneu! Já o tinha feito antes, sóbria, mas já !

Vou à mala e saco do macaco. O sacana fazia barulho, como se tivesse água lá dentro...não tou com mais nada, sacudo-o até ficar sem água! Mas o que fui eu fazer? Fodi o puto do macaco! É que, disse-me o meu gajo depois, o macaco era hidráulico. Ele comprou e esqueceu-se de me dizer que não era um macaco mecânico normal como o que eu tinha. Ou seja, o macaco hidráulico, sem óleo nao "funcemina". Ok, ok, já sei que se estão a rir de mim, mas pra começar o macaco que eu tinha antes era só dar à manivela, e depois não sou obrigada a perceber de mecânica. Quando tirei a carta não havia essa componente! Estamos entendidos??????

Pronto...estava refodida, já completamente sóbria! Não tou com mais nada. Faço sinal a um peixeiro pa parar.

- Ajude-me, aqui por favor!

- Xi menina...que aconteceu com o pneu????

- Pois! Não sei bem....

- Claro que ajudo! Mas o meu macaco se "calhari" é muita "grandi",
mas vamos "tentari".


Eu evitei a todo o custo respirar pa cima daquele prestável senhor...ele ainda ía trabalhar e não o queria prejudicar com o meu bafo de elevado grau alcoólico. Hehehehehe! E não me faltava mais nada do que a fama de bêbada naquela terrinha....

Pneu mudado, agradecimentos feitos, já só queria a minha caminha pa ressacar sossegada.

Deviam ser umas 9:10 da manhã, portantos, um pouco depois, batem-me à porta numa aflição....

- Já lá vou!

- Sôdotora...venha depressa...

- Já vai...dasse!!!!

- Atão o que se passa, senhor
Manel?


- Óh sôdotôra, venha "veri "!!!! Na é que lhe
roubarem o pneu e dexarem lá um de bicicleta??????


- Óh senhor Manel, muito obrigada pela
preocupação, mas aquele pneu é o suplente ....tive um furo a vir do trabalho ontem à noite...

Claro que como eu sou uma senhora respeitável aquilo colou! Mas acabou que a mim até já me perdoavam muitas coisas. Beber cerveja a garnel, e mandar umas caralhadas deixou de os afrontar! "É a donorte"como quem diz, é normal páqueles lados....

19 outubro 2007

Chamar as coisas pelo nome

Eu até nem sou de ligar a este tipo de notícias, mas... Qual não é o meu espanto, aquando da minha leitura diária das notícias, quando me deparo com a seguinte notícia:



As dívidas de Pamela


Pamela Anderson contou a um programa da cadeia televisiva norte-americana NBC que dormiu com o ex-namorado da milionária Paris Hilton, o produtor cinematográfico Rick Solomon, com o fito de conseguir dinheiro para pagar umas dívidas. Segundo a revista "Touch Weekly", Solomon ofereceu-se para pagar a quantia que a actriz ficou a dever num casino de Las Vegas em troca de uma noite de sexo.
"Sim, paguei as minhas dívidas de póquer com favores carnais", admitiu Pamela ao programa "Ellen De Generes Show".




Bem gajada, não fiquei admirada com as fodas que esta gaja anda a dar, que isto nem novidade é para ninguém!!! (tanto que as ditas fodas desta personagem circulam livremente pelo mundo). Fiquei admirada, isso sim, com o nome que as revistas dão às coisas... E isto leva-me a outro assunto... Não sei se já repararam mas a imprensa (quer seja cor-de-rosa ou não) embeleza sempre estas merdas quando se trata de "famosos", senão vejamos...

Favores carnais?? Favores carnais o caralho que os foda!! Putaria, prostituição, putedo fransciscano isso sim!! Mas que merda... Ou seja, se é a história de um pobre: "ai e tal porque é puta, dormiu com fulano a troco de dinheiro". Mas se é uma famosa, já é favores carnais??

E como é com isto, é com tudo... Se é pobre chama-se "drogado da merda, que anda com os neurónios todos derretidos", mas se é rico chama-se "toxicodependente, que tem problemas com drogas". Se é pobre é "bêbado do caralho", mas se é rico "tem problemas com a bebida".

Ou então outra não menos peculiar... "Ai e tal foi apanhado a conduzir sob o efeito de alcóol ou estupefacientes"... Mas porque não dizem logo: foi apanhado a conduzir bêbado ou drogado...???!!! Têm a mania, e só porque se trata de gente famosa, de florear a história de modo a dar-lhe um contorno mais soft!! Mas quando contam histórias de ilustres desconhecidos, não costumam ter papas na lingua!!! Gajada, é tudo uma cambada de filha-da-putice e andam aqui a foder zé povinho!!!

Ou então, "foi acusado de corrupção, de desviar fundos, de tráfico de influências, de burla, etc"... Mas que caralho... Porque não dizem logo: andou a roubar a malta o ladrão do caralho!!!

Como uma certa vedeta portuguesa, que troca sistematicamente de namorado, e que todos os gajos que ela encontra são os homens da vida dela... (sim, sim... tou a falar da que fodeu o silicone da mama) A imprensa, diz que ela é instável emocionalmente... Isto porque é ela, porque se fosse uma pobre coitada, diziam que era uma puta relaxada do pior que existe!!! (ou então é este o novo nome para putedo puro e duro!!)

Foda-se para esta descriminação do caralho!!! Há que chamar as coisas pelos nomes!!! MAINADA!!!

14 outubro 2007

Hortofloricultura

Pelo que pude constatar das últimas notícias que têm saído, quer nos jornais quer na televisão, de repente o povo português regressou às origens e voltou a dedicar-se à agricultura. Bem, dirão vocês, o povo tuga não passa de uma cambada de agricultores com mania de dôtor!! (pronto, lá tou eu com o meu mau feitio!!!)

Estão vocês neste momento a pensar, e muito bem,: mas com malta analfabeta, ou quase, que estás tu à espera?? Daqui a uns tempos estão todos na apanha de melões no alentejo!!! Ou na apanha do tomate na França!! (ou com tanta apanha... ainda se entusiasmam e começam na apanha do bujon... ahhaha)

Mas eu queria chegar a outra conclusão! De repente montes de gente se dedica à plantaçao de cannabis... Foda-se!!! Eu fiquei deveras curiosa (não fosse eu uma cusca do caralho).

Mas que merda é esta?? Agora tudo anda com plantações de cannabis nas varanda, ou na horta?? Tirando a parte de ser considerada uma substancia ilegal e que se pode fumar e tal e coisa... Desde quando é que esta merda se tornou actividade nacional, caralho?? E porque ninguém me disse nada???

Eu admito, que sou uma completa ignorante... Se visse a planta nem a reconhecia, e aliás cannabis eu só conheço das noites das fumaradas e aquela merda mais parece o chá triturado...

Como é que a malta faz? Há sementes à venda nas ervanárias? Há à venda nas floristas? Afinal onde esta malta toda desencanta as sementes ou o que raio for...

Ou seja, chega-se a uma florista e pergunta-se:


Cliente
: Olhe, por acaso não vende cannabis??

Florista: Não sei se sabe, mas isso é proíbido...

Cliente: Sim, sim... Mas olhe também é proíbido, e eu para vir aqui estacionei em cima do passeio e a tapar a saída de uma garagem...

Florista: Lamento, mas não temos nada disso...

Cliente: Nem um pézinho para eu plantar lá na minha varanda?

Florista: Credo!!! Nem pensar...

Cliente: Mas isso agora não é o hobbie nacional, e não está na moda?? Ai o caralho... Cá pra mim, tá-me a enganar...

Florista: Lamento...

Cliente: Foda-se... Haverá algo mais saudável que cuidar de plantinhas?? Até os médicos recomendam, que faz bem aos nervos... Assim vou continuando a stressar...


Enfim... Isto há coisas que eu realmente não percebo. Porque se existe tanta plantação desta erva, é porque se vendem as sementes nalgum lado, certo??? Cá pra mim houve alguma promoção algures ou o caralho e ninguém me disse nada!!!!
Para todos os efeitos eu posso tirar daí a ideia, não tenho jeitinho nenhum para plantas, bem as deixava morrer todas à sede...
Mas que há merdas que me deixam a pensar... Lá isso, há!!! Afinal onde compra esta malta as plantinhas ou as sementes???

11 outubro 2007

Igualdade de direitos???!!!!

Num outro post meu falou-se em sexo anal.Os comentários foram diversos. A conclusão a que cheguei é que realmente não é assim tão praticado como se poderia crer.
Mas agora imaginem a seguinte situação: casal no roço, ele dá-lhe uma boa enrabadela, segue-se a fatídica pausa pa cigarro, ela vai à gaveta e saca de um strapon! (Para os leigos em brinquedos sexuais, são daqueles pénis falsos que as gajas, normalmente lésbicas, colocam na cintura)



- Oh querida! Queres dupla penetração???? Sua marota
esfomeada....


- Não, cheri! Este é para ti! Vira pa cá essa peida
que agora é a minha vez!


A maior parte dos gajos está agora a imaginar esta cena, com a música das "facadas" do célebre filme do hitchcock, ou mesmo o genérico do "Twilight zone"...e a gaja com um brilho sádico nos olhos, típico de filmes onde uma assassina psicopata se revela, enquanto segura em riste o objecto na mão! Hehehehehehhehe




- Caralho, gaja! Onde pensas que vais enfiar essa merda? É
que nem sonhes...


Ora pois, chegamos ao cerne da minha questão! Um gajo pode enrabar uma gaja à vontade que não é por isso que se torna rabeta. Mas se a gaja se aproxima sequer do perímetro do rego do cu deles, é o caralho!!!! É que nem pensem!!!!Ficam logo todos fodidos e saem-se com cenas tipo "Pensas que sou paneleiro ou quê???".


Mas....e qual é o mal? Eles podem enrabar mas não podem ser enrabados? Nem um dedinho sequer? E porquê? A sua masculinidade vai ser posta em causa? Dizia um colega meu, que o homem foi feito pa penetrar e a mulher pa ser penetrada, e que, portanto, o homem ao ser enrabado, quer por gaja, quer por gajo, estaria a ir contra a ordem natural das coisas.



Não me fodam, pá! Atão o cu não foi feito pa cagar? Pa expelir? Atão porque é natural enfiar lá merdas???? Hein???? Pois! Mas só é "natural" se for no rabo de uma gaja se for no do gajo já "não tá certo" ou é porque "é um ganda paneleiro". Tá mal! Onde tá a igualdade de direitos????




No meu ver não se trata de inverter a ordem natural das coisas, trata-se de explorar o prazer sexual sem tabus! Querem ver que aquele pessoal que mija e caga pra cima uns dos outros também é natural? Não é! Mas condeno? Não!!! Faz-me consfusão, confesso. Acho uma badalhoquice só de pensar no puto do cheiro....mas desde que não o façam em cima de mim...tudo bem! É lá entre eles.


Por isso gajada! Revejam lá os vossos conceitos de "gajos modernos". Porque se calhar têm mais tabus que aquilo que apregoam!!!
E já agora, se tiverem tempo, leiam o post do João que mostra ser um gajo sem tabus!!!!



07 outubro 2007

Óleo na estrada




Ía eu a caminho de mais um dia de trabalho, sem stress, na boa, a fazer o percurso do costume... Entro na última curva antes da terrinha onde trabalho, desfaço a dita...mas o carro não!!! O cabrão ganhou vida própria! Por mais que o guinasse pá esquerda, o gajo cismava com a direita! E cismou...cismou...cismou o suficiente pa eu sacar de um peão, bater de frente a um muro e apenas parou quando fiquei encostada ao muro!

Dizem que quando se vê a morte de frente, tudo se nos passa pela cabeça. Faz-se um rewind da vida, pensa-se nos entes queridos! TRETA. Eu só me lembro de ter pensado: "Vou Bater...foda-se! Bati!" É que nem há tempo pa pensar em mais nada.

O carro foi abaixo e eu vejo-me em contra-mão no seio de uma curva. Um separador central em cimento impedia-me de inverter a marcha de uma só manobra. "Tenho que sair daqui, caralho! Se vem alguém acaba com o serviço!" Nunca antes na puta da vida tinha feito uma inversão de marcha tão rápida. Tremia que Deus a dava mas não havia tempo pa entrar em pânico. Depois de me por a salvo lá poderia chorar, gritar e todas essas merdas a que se tem direito depois de uma situação aflitiva comó catano...
.
Liguei o carro e depois de sucessivas primeira-marcha-atrás, primeira-marcha-atrás, segui o meu rumo em direcção ao trabalhinho. "E atão o carro, gaja???" Pois...o carro...ele andava e não fazia barulhos esquisitos...de modos que fui andando paí a 20 à hora sempre com a ideia "Vou parar aqui...não! Aqui não dá que vêm carros atrás...dasse" Acabei por atracar já no estacionamento do meu local de trabalho. Desliguei o carro, acendi um cigarro e "Ora vamos lá ver a merda que fiz!". Digamos que a frente do carro já teve melhores dias...mas naquele momento não tinha tempo pa tratar do assunto. Um grupo de pessoas me aguardava numa sala, além de que o carro não ía a lado nenhum. E portanto achei por bem picar o ponto primeiro e tratar da saúde ao filho da puta depois...
.
Fiz o meu serviço, ninguém me perguntou nada, pelo que presumo que o meu ar fosse suficiente normal, apesar de estar toda desengonçada por dentro.

Regresso à minha terra, passo no mecânico e fico a saber que foi "o prato do dia! tá a ver aquele seat??? Foi ter a um lameiro também por causa de óleo na estrada..."......"Foi só chapa", diz o especialista após uma análise minuciosa de, vá lá, 3 segundos. A viatura anda na estrada aguardando as peças...
E assim chego a uma brilhante conclusão! Sou mesmo uma gaja podres de boa! É que mesmo estando com os nervos todos esfrangalhados e fodida da vida, cumpri com o meu dever...fui trabalhar! Como sou gaja vocês até desculpariam se chorasse baba e ranho...fizesse um filme do caralho...ficasse com medo de conduzir...bla bla bla.

Mas eu não! Fiquei ali firme e hirta que nem uma barra de ferro! Não tinha tempo pa "panicar", como diria uma conhecido meu, e em vez de me dar à tristeza, fiquei apenas fodida pelo dinheiro que iria gastar a compôr o filho da puta do carro!
Eu não tenho tempo pa depressões, pra já..., sou tipo a gaja do filme "e tudo o vento levou": Amanhã penso nisso, agora tenho muita merda pa fazer.

.

Ps- Só guardo rancor ao filho da puta do óleo na estrada...manhoso o gajo!!!!!